Mostrando postagens com marcador Controle Mental Monarca. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Controle Mental Monarca. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 26 de junho de 2015

Do Muse The Handler é um dos vídeos musicais mais óbvios sobre o controle Mental Monarca já feito

Do Muse The Handler é um dos vídeos musicais mais óbvias sobre o controle da mente Monarch já criados. No entanto, é preciso algum conhecimento básico sobre o assunto para entender o verdadeiro significado do vídeo. Aqui está uma olhada em The Handler .
O vocalista do Muse Matt Bellamy não era um estranho para temas relacionados com o controle de elite e mente oculto. 2009 álbum da banda The Resistance continha títulos como Uprising eMKULTRA que aludiu temas obscuros relativos às teorias da conspiração. Após o sucesso do álbum, Muse obtido algum reconhecimento da indústria da música, participou nos Jogos Olímpicos de 2012 de Encerramento (que foram um grande ritual elite oculto - leia o meu artigo sobre isso aqui ) e, desde então, a mensagem da banda um pouco deslocado. Na verdade, Matt Bellamy passou de afirmando em 2006:
"11 de setembro é claramente um trabalho interno, não há evidência maciça que sugere que foi ou permitido acontecer ou ainda pior, deliberadamente feito para acontecer"
- Drowned in Sound, do Muse Matt Bellamy: "11 de setembro é claramente um trabalho interno" .
flip-flop sobre o assunto em 2012:
"Eu não acredito mais nisso, embora há muitas questões a serem respondidas. Eu ainda ler muito sobre a história política, a influência das corporações e os militares, mas eu ter certeza que eu estou lendo a partir de fontes credíveis. Eu acho que meus pontos de vista políticos são pouco mais matizada agora. "
- Metro, do Muse Matt Bellamy: É só agora eu me sinto confortável cantando sobre o amor
Esses tipos de declarações, combinado com uma mais moderada fãs segundo álbum de chumbo para saber se a banda "vendido" para o negócio da música.
No entanto, o mais recente álbum da banda, Drones , traz Muse volta às suas raízes "resistência", e vai ainda mais longe no buraco do coelho. Drones é realmente um álbum conceitual que "acompanha a jornada do protagonista do abandono à doutrinação como um" zangão humano " e eventual deserção ".
Matt Bellamy descrito Drones como um álbum sobre a desumanização da guerra moderna:

sexta-feira, 5 de junho de 2015

Brooke Candy’s " Um Estudo em Duality " é na verdade um Estudo do controle mental Mornarca

Brooke Candy é uma cantora pop up-and-coming que já é profundo na agenda da elite. Seu pequeno vídeo "Um Estudo em Duality" consegue conter a maior parte das imagens relativas aos Illuminati controle da mente ea mentalidade oculto em torno dela.
Embora Brooke doces ainda não é considerado para ser uma estrela pop de pleno direito, todos os elementos estão lá para fazer dela uma favorita da indústria da música da elite. No topo de ter todas as conexões certas para "torná-la grande," ela é definitivamente dispostos a permear seu trabalho com a Agenda necessário para obter alguns dos que a ação holofotes doce.
O pai de Candy é o CFO da Hustler revista e CEO da Hustler Casino. Seus indústria laços lhe permitiu conseguir um contrato com registros de RCA em 2014 e para colaborar com pessoas profundas na indústria Illuminati, como estilistas Nicola Formichetti e Steven Klein (ambos imagem de Lady Gaga em forma) e artistas como Nicki Minaj , Charli XCX e Azealia Banks .
O produtor executivo de seu álbum de estréia é Sia que também estará escrevendo canções para ela. Considerando o fato de que os próprios álbum de Sia mil formas de medo gira em torno de MK simbolismo (ver meu artigo sobre ele aqui ) e que ela escreveu para outras estrelas MK-sistema, Rihanna, Beyonce e Britney Spears, você estaria surpreso se eu lhe disse que o simbolismo em torno Brooke Candy é também relacionada com a MK? Bem, não ser. Porque o material que foi lançado após assinatura de doces com RCA é tudo sobre a Agenda.

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

Novas informações sobre a Morte de uma Playmate revelam a vida como um escravo Beta Kitten

Paige Young foi o novembro 1968 Playboy Playmate do mês e, depois de anos de ser usado por homens poderosos de Hollywood, ela atirou em sua própria cabeça. Ela foi encontrada morta colocação em uma bandeira americana, ao lado de um pentagrama estirado no chão, em uma sala cheia de imagens em que foram escritas "Hugh Hefner é o diabo".
23AC7D3500000578-2857873-image-1_14175583972201
A enxurrada de denúncias de abuso contra Bill Cosby levar a um olhar mais atento à história há muito esquecida de Paige Young, a Playmate da Playboy em 1968. A mulher brevemente "datada" Cosby e foi repassados ​​por Hugh Hefner e "dezenas de Hollywood principais homens" . Um recente artigo do Daily Mail descreve a vida de Paige novo em Hollywood e os detalhes horríveis de seu suicídio. Muitos detalhes nesse artigo fornecem indicações claras de que a Playmate era um gatinho Beta Monarch escravo que foi manipulado pela elite de Hollywood. (Se você nunca ouviu falar da Mente Monarch controle, ler este artigo primeiro )

terça-feira, 23 de setembro de 2014

Origens e Técnicas de Controle Mente Monarch

Programação Monarca é um método de controle da mente utilizado por numerosas organizações para fins ocultos. É uma continuação do projeto MK-ULTRA, um programa de controle da mente desenvolvido pela CIA, e testado em civis e militares. Os métodos são incrivelmente sádicos (todo o seu propósito é traumatizar a vítima) e os resultados esperados são horríveis: A criação de um escravo da mente controlada que pode ser acionado a qualquer momento para executar qualquer ação exigida pelo manipulador.Enquanto a mídia de massa ignora esta questão, mais de 2 milhões de americanos têm passado pelos horrores desse programa. Este artigo analisa as origens da programação monarca e alguns dos seus métodos e simbolismos.
leadmonarch
NOTA: Este artigo contém elementos perturbadores e pode desencadearmonarca sobreviventes.
Programação Monarca é uma técnica de controle da mente que compreende elementos de abuso rituais satânicos (SRA) e Transtorno de Personalidade Múltipla (MPD). Ele utiliza uma combinação de psicologia, neurociência e rituais de ocultismo para criar dentro dos escravos uma persona alter que pode ser acionado e programado por manipuladores. Monarch escravos são utilizados por várias organizações ligadas à elite mundial em áreas como a militar, a escravidão sexual ea indústria do entretenimento. Este artigo irá olhar para as origens da programação Monarch, suas técnicas e seu simbolismo.

terça-feira, 10 de junho de 2014

Programa de Controle Mental Monarch (MK ULTRA)












As Origens e as Técnicas de Controle Mental do Projeto Monarch (MK ULTRA)
A programação mental do Projeto Monarch é um método de controle da mente utilizado por numerosas organizações para fins secretos e obscuros. 
Ele é uma continuação do projeto MK-ULTRA, um programa de controle da mente desenvolvido pela C.I.A., e testado em militares e civis. Os métodos são incrivelmente sádicos (todo o seu propósito é traumatizar a vítima) e os resultados esperados são horríveis: A criação de um escravo com a mente controlada que pode ser acionado a qualquer momento para executar qualquer ação exigida pelo seu manipulador. 

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

A-JAX e Ladies’ Code: Dois Emblemáticos Exemplos de Controle Mental Monarca na Cultura K-Pop

leadkpopmk2

O Simbolismo de controle mental Illuminati não existe somente no mundo ocidental. Na Ásia, o estilo musical K-Pop amplamente conhecido é também repleto do mesmo simbolismo. Veremos o simbolismo dos vídeo-clipes de A-JAX “Insane” e de LADIE’S CODE ”Hate You”, dois ostensivos exemplos que provam que o simbolismo da elite é verdadeiramente globalizado.

K-Pop (a música pop da Córea do Sul) vem agregando incríveis seguidores pelo mundo enquanto sua máquina continua criando novas bandas de garotas e garotos e vídeo clipes que se tornam sucessos instantâneos no YOUTUBE. A “nova onda coreana” alcançou não somente a Ásia, mas também a América Latina, Nordeste da Índia, Oriente Médio e Norte da África. Todavia, apesar do K-Pop aparentar ter se tornado de algum modo uma cultura alternativa para a cultura pop ocidental, não está isento do simbolismo illuminatti e da Agenda encontrada no pop ocidental. De fato, o simbolismo é muitas vezes mais intenso e exposto com os vídeos K-Pop, fazendo me questionar: Se o K-Pop é realmente alternativo a cultura pop ou apenas um outro modo efetivo da elite espalhar suas mensagens através da Ásia?

Uma olhada rápida nos clipes de K-Pop tais como os citados, é tudo que se precisa para perceber que o simbolismo de controle mental é tão fortemente empurrado no K-Pop quanto no pop ocidental. Na verdade, ambos estes clipes basicamente lêem a cartilha do controle mental MK, usando todos os simbolismos, os associando e retratando as estrelas como escravos. O K-pop tem efetivamente se tornado um outro mercado para a elite promover a sua “cultura do controle mental”, até mesmo aludindo as praticas sádicas em vídeos estilizados visando a juventude (e as pessoas sem conhecimento). (Para maiores informações sobre o controle mental, leia o artigo Origens e Técnicas do Controle Mental Monarca: http://midiailluminati.blogspot.com.br/2012/01/programacao-monarca-as-origens-e.html) Iremos ver alguns vídeos e como eles se encaixam perfeitamente com a Agenda MK que é também empurrada no mundo ocidental.

A-JAX’s “Insane”


No clipe de A-JAX “Insane” (em português, Insano), vemos uma dessas bandas de garotos “idolatradas” que foram completamente criadas por uma gravadora em um programa no estilo reality show. O vídeo “Insane” contém todas as marcas de simbolismos MK. Além disso, claramente retrata os cantores como escravos controlados mentalmente que são hipnotizados em uma instituição mental e dissociam do mundo através de completo simbolismo MK.

Poderia ainda ficar mais claro?

O vídeo ocorre em um quarto de um manicômio, onde os membros da banda são mantidos lá e constantemente hipnotizados por médicos assustadores. Do começo até o fim do vídeo, os membros dissociam para um mundo alternativo enquanto, fisicamente permanecem dentro do quarto. Fazer com que o escravo dissocie é a premissa básica para o controle mental monarca e o vídeo claramente faz referencia a isso. Por que expor crianças a essa pratica doentia? Porque é parte da Agenda da elite.

ajax1
O cantor está em um quarto e é hipnotizado pelo manipulador. Do começo ao fim, o relógio toca algumas vezes, provavelmente para enfatizar o fato que os escravos MK perdem totalmente o senso de tempo. Acima do cantor há uma cabeça de Baphomet (nós não vemos a cabeça totalmente nessa imagem). Essa figura simbólica é o ponto fundamental para os mundos alternativos do escravo

ajax2
O vídeo está completamente de acordo com os “códigos” da cultura MK. Aqui, a dissociação do escravo é representada pelo “atravessar o espelho”

Como visto em artigos anteriores, o “atravessar o espelho” é um simbolismo clássico para se dissociar da realidade. É tirado do livro “Alice no País do Espelho” uma continuação do livro “Alice no País das Maravilhas”, uma história que é usada como ferramenta para programar escravos.

Quando o escravo atravessa o espelho, ele entra em seu “mundo interno” como foi programado pelo manipulador.

ajax3
Em uma das cenas, “a psique interna” é representada por um quarto cheio de espelhos

Aqueles por trás da produção desse vídeo, aparentam ter um bom conhecimento sobre programação Monarca, por que isso é exatamente como se parece o mundo interno dos escravos monarcas.

Na programação de escravos Monarcas, espelhos são realmente importantes. Na mente de um escravo monarca, são criadas imagens de espelhos incontáveis vezes. O escravo vê milhares de espelhos em todos os lugares da mente.” - Fritz Springmeier, The Illuminati Formula to Create a Mind Control Slave

wideawake7
O conceito de corredor de espelhos para representar um escravo mental é geralmente usado como temática MK na mídia, como em “Wide Awake” da Katy Perry, veja as análises aqui eaqui

Os escravos então, atravessam um espelho e terminam em um outro espelho, cena MUITO simbólica.

Um quarto que exclusivamente consiste no padrão dualístico preto e branco.

ajax4
O padrão estético desse quarto não foi escolhido aleatoriamente. Padrões dualísticos são usados para programar/hipnotizar escravos MK

6862d1d6fa10061612279-e1316287085683
Essa pintura de uma escrava monarca, a sobrevivente Kim Noble leia o artigo sobre ela aqui:  (http://midiailluminati.blogspot.com.br/2011/09/o-mundo-do-controle-mental-atraves-dos.html).Claramente mostra a importância do padrão da programação MK. As similaridades entre o vídeo clipe e essa pintura são muito latentes para se ignorar

O vídeo explicitamente mostra cenas de dissociação ocorrendo na mente do escravo.

ajax5
Após ver esse cara em um quarto xadrez com um vento assoprando nele, nós vemos posteriormente, ele no quarto de hospital olhando para um ventilador, implicando que ele está fisicamente em um hospício, mas, sua mente está completamente dissociada

ajax9
Este cantor está dissociado em outro quarto. Aqui há pentagramas em todas as vestimentas. Combinando com uma cabeça de Baphomet atrás dele ao fundo na parede, esta cena remete a rituais de magia negra que ocorrem durante a programação dos escravos

ajax7
Em um momento, os globos oculares da cabeça de Baphomet assustadoramente se viram para os expectadores, enfatizando sua importância e deixando-nos saber que “Ele está vendo você”

ajax13
Que tipo de quarto de hospício tem uma cabeça de Baphomet acima da cama do paciente enquanto, ele esta sendo hipnotizado? Somente em um local de programação do controle da mente!

ajax12
Close-up da câmera de vídeo dizendo aos expectadores que esses caras do A-JAX não são simplesmente “Insanos”, eles estão sendo monitorados e controlados pelos manipuladores

ajax8
O escravo segura “a chave para sua psique” mas, como podemos ver, a chave consiste em duas junções finais com nenhuma chave, levando ao fato que os escravos não possuem a chave para a sua própria mente

Tudo isso nos leva ao objetivo final da programação monarca. A desfragmentação da personalidade principal e a criação de novas personas.

ajax10
A multiplicação de um escravo em novas personalidades

Quase todo quadro do vídeo de “Insane” é recheado com o imaginário associado e usado na programação MK Ultra. Enquanto o tema da música é sobre o fato de “enlouquecer”, nós claramente vemos que há muito mais ocorrendo no vídeo. Os cantores são ativamente hipnotizados, monitorados e controlados para dissociar da realidade. Combinado com o simbolismo ocultista, o vídeo dá uma visão completa do que se trata a cultura MK.

Ladies’ Code “Hate You”


O videoclipe de Ladies’ Code “Hate You” (que em português, significa “Odeio Você”) é bastante interessante, por que lendo o titulo da musica e a tradução da letra, a maioria das pessoas poderia acreditar que “Hate You” fala a respeito de uma garota que odeia seu namorado mas não consegue deixá-lo.

Todavia, o imaginário do vídeo expressa algo muito mais perturbador. Não há absolutamente nenhuma referência a um relacionamento amoroso no vídeo, mas, diversas referências a um outro tipo de relacionamento: Entre um escravo monarca (MK) e seu manipulador mental. Não apenas isso, mas o vídeo está repleto com simbolismos básicos que já vimos anteriormente em outros posts do blog, simbolicamente retrata o relacionamento doentio de escravos programados mentalmente e um manipulador sádico.

ladies12
 A garota está sentada em um quarto cheio de bonecas (que representam os alter-egos da escrava). Na parede há uma forma de contar os dias, através de traços, comumente usado por prisioneiros. Consequentemente, nós entendemos que a garota está “confinada” e presa contra sua vontade. Por menos de um segundo, a imagem de uma lagarta aparece na tela (repare bem na imagem acima)

ladies13
Logo após, a imagem de uma borboleta surge na tela – um símbolo Monarca (simbolo padrão da programação mental monarca)

Quando, somados as bonecas, os tracinhos na parede e a borboleta, nós obtemos uma referência clara da programação Monarca.
O nome MONARCA não necessariamente se refere ao contexto de realeza, mas se refere à borboleta monarca.
Quando uma pessoa está sob um trauma induzido por eletro-choque, uma sensação de atordoamento, como se estivesse flutuando ou esvoaçado como uma borboleta. Há também uma representação simbólica relativa à transformação ou metamorfose do inseto bonito: a partir de uma lagarta de um casulo (dormência, inatividade), até  uma borboleta (criação do novo) que irá retornar ao seu ponto de origem. Esse é o padrão migratório que faz com que esta espécie seja única ". - Ron Patton, Project Monarch

Duas imagens do vídeo são explicitamente sobre o imaginário do controle mental enquanto, o resto do vídeo torna tudo mais claro a respeito do seu real significado.

ladies2
Aqui a cantora inocentemente (todavia, de forma assustadora) brinca com uma marionete

kpop1
Ela então se torna a marionete, controlada por mãos ocultas – um modo clássico de representar o escravo MK de controle da mente

As outras cantoras aparecem em cenas parecidas. Elas primeiro, brincam no papel de manipuladores e depois invertem se tornando as escravas.

ladies4
A cantora segura a boneca em um modo forçado e restritivo

ladies5
Depois, ela então é segurada do mesmo modo por manipulares ocultos

ladies6
Esta cantora dá a boneca uma punição cruel e incomum: ela queima um dos seus olhos usando uma lente de aumento (lupa)

ladies7
Nós então a vemos com um a venda nos olhos, implicando que ela recebeu o mesmo tratamento e que ela é uma escrava. Também, este é um modo engenhoso de mostrar o inevitável sinal do Um Olho Só

ladies14
Falando sobre o inevitável sinal do Um Olho Só, aqui está ele de novo

ladies3
Nessa cena, as duas cantoras estão sentadas atrás de um prato cheio de bonecas que foram desmembradas. Este é um simbolismo usado para representar a impotência e a fragmentação de escravos MK. Como no vídeo de AJAX, há uma figura chifrada presidindo a cena, na parte de trás das cantoras (repare ao fundo)

leadkpopmk21
Essa cantora é estrategicamente colocada em frente dos chifres, fazendo com que eles parecem terem sidos fincados em sua cabeça. Isso indica que ela está atuando como um manipulador MK. Aqui, ela está segurando uma cabeça de boneca, enquanto penteia seu cabelo

ladies10
Por menos de um segundo, a imagem de um Baphomet - similar a flashes de cabeças, surgem na frente de seu rosto, enfatizando o fato de que esses chifres não são ocasionais

ladies11
Ela então puxa o cabelo da boneca, confirmando que ela era a manipuladora, basicamente torturando (escapelando) uma escrava representada pela boneca

ladies8
Uma escrava literalmente ligada ao seu manipulador do controle da mente

Como o vasto numero de fotos tiradas desse vídeo sugerem, “Hate You” é basicamente uma compilação sem fim do imaginário da programação Monarca. Os membros do grupo feminino Ladies’Code são colocadas para interpretar o papel de manipuladoras e escravas, simbolicamente recriando algumas das horrendas torturas verdadeiramente perpetradas contra os escravos monarcas durante toda sua vida. O refrão da música, com o termo “Hate You” (em português, “Odeio Você”) é repetido três vezes seguidas e ao final se diz “ but I love you” (traduzindo, mas, eu amo em você), pode ser interpretado como alguém que apesar de possuir ódio pelos sádicos manipuladores do controle da mente MK, ainda é programado para sentir algo que remeta ao amor por eles. Doentio? Sim.

Conclusão

Se você é um leitor assíduo deste blog, você pode facilmente reconhecer os simbolismos que são usados pela elite oculta para promover a cultura da programação MK. Aqueles que são parte do sistema da programação Monarca estão criando uma cultura perturbadora ao redor deles, somada a estética e simbolismos que são agora onipresentes na mídia de massa. Todo esse pacote com músicas cativantes e artistas de boa aparência, levam os jovens a associar de modo subliminar esta cultura com sentimentos positivos, até mesmo tornando-nos moda. Como os vídeos acima comprovam, tudo isso está crescendo de forma ostensiva, entender esses vídeos sem a visão do controle mental é quase impossível.

Apesar da cultura do controle mental aparentar ter se originado nos Estados Unidos, o mesmo conjunto de simbolismos e significados também estão presentes na cena da música pop coreana que vem fazendo grande sucesso. De fato, isso ocorrendo prova duas coisas: Primeiro, o conjunto de simbolismos que eu descrevi nos vídeos não é mera coincidência. Trata-se de um imaginário coesivo que se origina do controle mental monarca. Segundo, é obvio que no topo da indústria da música seja nos EUA, Europa ou Ásia, a mesma elite ocultista está promovendo a mesma agenda. Por que outro motivo Baphomet estaria presente em todos esses vídeos pelo mundo todo?

Porque a cabeça chifrada representa aqueles em poder, e aqueles em poder não são seus políticos regionais eleitos, mas a elite global. Através desses vídeos, você está aprendendo o que a elite acredita e as praticas doentias que elas estão por trás. As pessoas estão se rebelando contra isso? Não, pelo contrário, elas estão dançando e pagando para obter esses produtos. Eu acho que o grupo AJAX não são os únicos que são “insanos”.

Fonte: VigilantCitizen

ARTIGOS E POSTAGENS RECENTES